Ter par pra trepar


Loved up, doved up, hung around, stoned in a lonely town by terparpratrepar
novembro 1, 2007, 12:55 am
Filed under: Uncategorized

De todos os lugares que alguém me levou, eu só te trouxe até aqui. Nesse lugar, nem fundo, nem raso. Mas com textura do fundo do poço. É você que ri, quando eu falo a palavra textura.  E nesse seu sorriso eu só reconheço a impossibilidade que eu tenho de sentir. E é por isso teu riso, quem sou eu pra falar de textura. Das únicas texturas que guardo comigo, são os nós que guardamos. Daquelas velhas cordas. Os nós dos teus dedos. E nesse lugar, que só tu veio, eu te digo. Isso é a minha morada e uma de tuas franquias. E só há um desejo: deixar de ser filial e tornar-me caixa 2 da matriz dos teus negócios.

***

Isso foi tudo que eu consegui escrever enquanto ouvia a banda mais gay do universo, você concordaria com essa afirmação.

Suede – Beautiful ones.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: