Ter par pra trepar


O meta-cheiro da madrugada. by terparpratrepar
abril 7, 2008, 7:20 pm
Filed under: Uncategorized

17 de março de 2008.

O Cheiro do cheiro da madrugada. Ali numa cabine de pick up, na qual quatro pessaos disputavam o oxigênio e o espaço. Vidros fechados. Liga o ar-condicionado? Ah, não tem ar. Tá chovendo, abre a janela. O Cheiro da Madrugada do dia 17 de março de 2008 era uma mistura de chuva, poeira, asfalto, solidão e falta de espaço. Esse é o caminho de casa.

27 de janeiro de 2008.

O Cheiro da madrugada se misturava aos sons e movimentos. A misutra pré-carnaval na casa dos prazeres, em noite de provanação, ali na frente da tradicional igreja. Cheiro de mijo. Atravessando a ponte rumo ao Cais, cheiro de mangue fétido, de bosta interrompida da casa forte. Cheiro de cerveja no colarinho da camiseta.

07 de outubro de 2003.

Cheiro de batata-frita e gasolina. Na esquina de copacabana, às 03h da madrugada. O cheiro é esse. Do que alimenta os automóveis e do que alimenta as putas. Havia a possibilidade de se embebedar só com o cheiro.

05 de abril de 2008.

O cheiro do seu quarto, do teu lençol, do teu gato, dos livros empoeirados, do quarto nunca arrumado com sua ordem caótica e natural. Da tua ordem caótica e tão belamente natural. O teu cheiro na minha madrugada.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: