Ter par pra trepar


Criatividade :P by terparpratrepar
novembro 13, 2008, 8:15 pm
Filed under: Uncategorized

Gent, eu nunca pensei que meus textos fossem bons. muito menos ao ponto de alguém querer escrevê-los.

http://umdesvio.blogspot.com/ esse blog tá copiando meus textos e uns antigos do ruivo. 😛

Anúncios


notebook. by terparpratrepar
novembro 12, 2008, 4:56 am
Filed under: Uncategorized

Comprei um diário de viagem hoje, pra servir de agenda, tabela de excel de finanças e anotações das viagens mentais, então, tudo em caneta que eu sou roots.

Angustia pela idéia.



Prazer sensual by terparpratrepar
outubro 29, 2008, 5:08 am
Filed under: Uncategorized



Uma elaboração entre a fumaça. by terparpratrepar
outubro 24, 2008, 4:23 am
Filed under: Uncategorized

Fê fez um comentário sobre o post do shortbus que me fez sair da festiha em que eu me encontro (agora) para viajar após algumas fumaças inaladas.

Por algum tempo, a afirmação ‘expectativas servem para serem quebradas’ fazia-se muito presente em minhas elaborações da idéia. Talvez, após análise e reconhecimento de algumas perversões, tratando-se de sexualidade, eram abruptamente fissuradas com minhas insistências em simplificar. O desejo de alguns se movimenta, no campo objeto-sujeito, como um desenvolvimento de uma tensão. Como negar expectativas e obedecer o fluxo do desejo? levanto essa questão para os comentários. Em alguns momentos, numa partida de poker, você tem um flush nas mãos. Flush não é um jogo bom, nem ruim. A expectativa fode tudo. E move o jogo.



shortbus by terparpratrepar
outubro 13, 2008, 7:15 pm
Filed under: Uncategorized

As racionalizações acerca do assunto sempre caminham para as tolices sociais e absurdos amorosos. Como tudo, sempre resumido a canções baratas, falsamente sofisticadas. Pensava sempre que os argumentos deveriam vir acompanhados de uma elaboração psicanalítica da idéia. Ou do outro.

Objeto, sujeito. Sejamos todos absurdos. Sentia sempre a sensação de que suas idéias e elaborações tornavam-se assustadoramente absurdas para os outros. Preferindo sempre a resignação. Resignação que sempre se encerra quando o fluxo do desejo se constrói.

Perversão da idéia, a quem será que se destina. Primeira constatação; Há sempre a dificuldade de se entender conceito, sublimar tolices sociais, desfragmentar o discurso. Inevitavelmente. Um pouco de fumaça.

O óbvio como necessário será abolido da narrativa. Dissenso, quero banhar-me neste reino. Posições óbvias e uma recusa. A posição de ser e desconstruir.

Há quem assuma a eterna busca da fruição. Da construção do fluxo do desejo. Complementando, que a geografia do desejo pode até ser definida pelo grupo dos assumidos na sua fruição. Ok, soando assustadoramente absurdo.

Tudo se resume assim; alguns objetos, alguns sujeitos. Parada 2; Sem posições hierárquicas acerca do desejo. Apenas o desejo flutuando suicida no topo da pirâmide.

Toda a busca da afirmação do eu, da busca de satisfações sócio-encomendadas, um par perfeito, um orgasmo de novela e tortas domingo de manhã, deixo para os amigos críticos.

Quando olho Shortbus, vejo o mais óbvio desejo rotineiro. Uns fodem, outros são cinéfilos.



key or ky by terparpratrepar
julho 2, 2008, 6:29 pm
Filed under: Uncategorized

From: Juliana <XXXIANA@gmail.com>
Date: 2008/6/1
Subject: Re: [Poplist] Re: I heart POA
To: poplist@googlegroups.com
nem. uns transviados de recife.

 

2008/6/1 cissa <(…)@gmail.com>:

pessoal da filosofia do largo são francisco?

 

2008/6/1 Juliana XXX <XXXXXiana@gmail.com>:

lembrei duma turminha que eu conheci que viajou pruma casa num lugar distante, à noite, quando chegou lá percebeu que a fechadura estava toda enferrujada e a chave nao entrava/virava de jeito nenhum, entao teve a genial ideia de passar KY warm na chave.

Nem funcionou, né. Eles depois deram um jeito de arrombar.



Eu já… by terparpratrepar
junho 19, 2008, 2:44 am
Filed under: Uncategorized

Convidada pela Lu e tomando o rumo da Lia. Aí vai:

“eu já tomei um choque na chuva, em um poste, segurando a mão de um amigo”
“eu já faltei dois anos seguidos, a festa do meu aniversário”
“eu já fiz banheirão no aeroporto de congonhas, com a mulher da voz chamando o meu vôo”
“eu já disse que nunca trabalharia com teatro, e já trabalhei’
‘eu já fiz teste do sofá. nas duas posições.’
‘eu já traí um(a) blogueiro(a) com outro(a) blogueiro(a)’
‘eu já eu já tive uma foto tirada de mim tomando banho à la big brother.’
‘e eu já usei a foto no avatar do meu msn.’
‘eu já me interessei pela obra alheia, só pra trepar.’
‘eu já fui groupie de umas bandas’
‘eu já fiz sexo com pessoas olhando e amigos íntimos.’
‘eu já tomei 4l de coca cola em uma brincadeira, passei mal e fui para o hospital.’
‘eu já tomei 2l de cachaça em 40min, passei mal e entrei em coma alcoolico.’
‘eu já cheguei em casa sem saber com quem tinha vindo.’
‘eu já me apaixonei algumas vezes.’
‘eu já elogiei gosto musical alheio só pra…trepar.’
‘eu já tive crises de timidez em uma abordagem’.
‘eu já fiz um filme, uma peça, alguns contos e umas músicas’